terça-feira, 13 de junho de 2017

Varadero projeta milhão e meio de turistas estrangeiros em 2017

                                                        
A delegada do Ministério do Turismo (Mintur) na província de Matanzas, Ivis Fernández, afirmou que Varadero, o principal balneário cubano, projeta em 2017 a chegada de milhão e meio de turistas estrangeiros.

Durante um encontro ontem aqui com jornalistas, Fernández explicou que na temporada alta visitaram o conhecido pólo turístico meio milhão de veraneantes, e se ultrapassou as previsões de rendimentos e utilidades, e diminuíram os custos e despesas.

A uma pergunta de Prensa Latina, a diretora do Mintur precisou que a etapa invernal na localidade fechou de forma favorável com incrementos de 4,7 por cento comparado com similar período do ano precedente.

Varadero, localizado na costa norte do território matancero e a 140 quilómetros ao este de Havana, está considerada entre as 10 melhores praias do mundo, e o propósito de autoridades locais é, precisamente, proteger esse importante recurso.

Fernández destacou que Canadá mantém sua liderança como principal mercado emissor de visitantes, seguido de Alemanha, os clientes nacionais, além de crescimentos dos visitantes russos, franceses e italianos.

'Temos fortalezas para melhorar a qualidade de nossos produtos, onde sobressai o sol e a praia, mas também há marcado interesse pela nossa cultura, o patrimônio e algo essencial, nosso povo e a segurança que brinda o país', sublinhou.

Teve frases de elogio para a gestão do meio das instalações hoteleiras, com critérios favoráveis neste tema dos especialistas de Ministério de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente.

Segundo dados do Mintur, Varadero dispõe na atualidade de 21 mil e 500 habitações distribuídas em 57 hotéis, e acomete-se um processo inversor onde destacam predios dos grupos turísticos Gran Caribe e Gaviota, que devem entrar em exploração no próximo biénio.

Fernández comentou a diversificação de opções, que incluem o mergulho, pesca e observação de aves, na porção sul de Matanzas, onde se localiza a Ciénaga de Zapata, o maior e melhor conservado banhado do Caribe insular, região ideal para a prática do ecoturismo.

Para a próxima temporada estival -dimensionou a fonte- é propósito manter o trabalho coordenado dos organismos para favorecer os programas em interesse da cultura, o desporto e lazer, em particular nos meses de julho e agosto.

'Desfrutar, mas de forma sustentável, manter a qualidade dos serviços, tanto pela atividade estatal como pela complementar. O comportamento é favorável, trabalhou-se para os diferentes mercados, e potenciou-se o destino', enfatizou.

(Com Prensa Latina)

Nenhum comentário :